Cavalo

A figura do cavalo está presente em todos os povos, desde o período paleolítico até a era industrial eles têm desempenhado um importante papel na maioria das culturas.

Associado originalmente às trevas, quer ele surja galopante das entranhas da terra ou das abissais profundezas do mar. Filho da noite e do mistério esse cavalo arquetípico é portador da morte e da vida em um só tempo, ligado ao fogo destruidor e triunfador, como também à água, nutriente e asfixiante, com apenas uma batida de seu casco ele faz brotar fonte de água. Mas como a noite conduz ao dia, o mesmo ocorre ao cavalo, que deixa seu aspecto sombrio e se torna símbolo da luz.

Continue Reading

Coruja

Esta ave de hábitos noturnos para muitos povos simboliza conhecimento e sabedoria por sua capacidade de enxergar através da escuridão, vendo o que os outros não veem.

Enquanto os demais dormem, ela fica acordada vigilante e atenta a tudo que ocorre a sua volta, além disso, consegue girar seu pescoço em até 270° para observar ao seu redor, permanecendo com o restante do corpo sem o menor movimento. A grande capacidade de visão e audição torna a coruja exímia caçadora e devido a estas características ela representa, em muitas culturas, uma poderosa e profunda conhecedora do oculto.

Sua imagem também está ligada a reflexão, conhecimento racional e intuitivo. Uma tradição antiga dizia que quem comesse sua carne adquiriria os dons de previsão e clarividência, mostrando poderes divinatórios.

Continue Reading